Hoje não tem como negar as redes sociais dentro das salas de aulas, se não todos, mais em grande a maiorias dos estudantes possuem perfis no facebook, instagram e twitter, entre outros. Cabe o professor vencer esse tabu e utilizar essas ferramentas para interação em classe com responsabilidade e avaliando os pontos positivos e negativos.