Tagcomunismo

Série de Estudos – REFERÊNCIAS BIBLIOGRÁFICAS + Bônus [Livros/Vídeos] – [parte 2/2]

BÔNUS –  [Livros + Vídeos]

Clique nos títulos  para abaixa-los: LEIA MAIS

Série de Estudos – Considerações finais + Bônus – [parte 1/2]

Conclusão

O desenvolvimento do presente estudo possibilitou uma análise de como o marxismo cultural está sendo propagado na cultura ocidental, uma reflexão acerca dos malefícios do marxismo na gravidade que encontra influenciando à artes e instituições, ao se observar esse conteúdo, além disso também permitiu conhecer as diferentes estratégias marxista de como pode ser implantado o comunismo/socialismo,  de um modo geral, a intelectualidade marxista demonstra interesse em aprofundar suas teorias e implanta-las em todas esferas humanas, e com engenhosidade social, tem conseguido agir ardilosamente nas camadas sociais. LEIA MAIS

Série de Estudos – Arte Sob Influências da Cultura Marxista – [parte 2/2]

Em outra passagem Adorno se refere a música da seguinte forma:

De modo algum se dá expressão à esquizofrenia, mas a música tem um comportamento que se parece ao de certos doentes mentais. O indivíduo representa tragicamente sua própria dissociação. Desta imitação ele se promete, de maneira mágica, mas atualidade imediata(…) Seu interesse apoia-se antes no dominar rasgos esquizofrênicos mediante a consciência estética e também em geral queria reivindicar a loucura como boa saúde (ADORNO , 1974, p. 132-133). LEIA MAIS

Série de Estudos – Marxismo Cultural: A subversão ideológica da cultura ocidental [parte 2/2]

Após a segunda guerra mundial, Escola de Frankfurt, volta a sua terra natal, dentre os marxistas, o filósofo, Marcuse, continuou em New York, produzindo uma nova roupagem aos trabalhos abstratos de seus colegas para facilitar a compreensão dos estudantes. Em seu livro “Eros and Civilization”, ele argumentou que, ao libertar o sexo de quaisquer restrições, poderíamos elevar o princípio do prazer sobre o princípio da realidade e criar uma sociedade sem trabalho, apenas jogar (Marcuse cunhou a frase “faça o amor, não guerra”). Marcuse também defendeu o que ele chamou de “tolerância libertadora”, que ele definiu como tolerância para todas ideias vindas da esquerda e intolerância por qualquer ideia que venda da direita” (LIND, 1998).

Como se pode verificar nessa citação, o marxismo cultural é aplicado como explicado o marxismo se aplica em todas as esferas social, mas a escola, igreja e família, é o lugar que se tem maior ataque, pois as mentalidades revolucionárias sabem que se desmantelar a base da sociedade, a implantação e controle será mais fácil. LEIA MAIS

Série de Estudos – A Chegada do Marxismo Cultural: Sociedade Fabiana, Escola de Frankfurt e o Antonio Gramsci [parte 3/3]

A estratégia (ferramentas) que foi desenvolvida pelos marxistas para acelerar utopia comunista por meios não radicais são:

Teoria Crítica: LEIA MAIS

Série de Estudos – A Chegada do Marxismo Cultural: Sociedade Fabiana, Escola de Frankfurt e o Antonio Gramsci [parte 1/3]

Alguns marxistas a parte da União Soviética, observarão os acontecimentos históricos do regime: leninismo e stalinismo, e acusaram de não estar implantando a ditadura do proletariado, mas sim, uma ditadura do estado assassino e cruel. A subdivisão dos pensamentos comunista/marxista começa a ganhar força no período em que seguia a revolução bolcheviques. Tais pensamentos como da Sociedade Fabiana, Antônio Gramsci e Escola Frankfurt fortalece por reforça que o comunismo poderia ser implantado por meios menos radicais, agindo na cultura.

Sociedade Fabiana LEIA MAIS

Série de Estudos – Aspecto Histórico da Revolução Russa e a Crise Marxista [parte 3/3]

No entanto, foi nessa época que aconteceu os maiores crimes contra a humanidade, durante o regime leninista e stalinista, na União Soviética.

Poster Propaganda Chinesa de 1967, Marxista Presidente Mao Zedong LEIA MAIS

Série de Estudos – O Manifesto Comunista: A Essência da Ideologia Marxista [parte 1/2]

O Manifesto Comunista, publicado pela primeira vez em 21 de fevereiro de 1848 pelos escritores; Marx e Engels, traz a essência da ideologia comunista/marxista. Pode-se dizer que a ideologia marxista é a qual defende uma sociedade sem classe, e igualitária.  Neste contexto, fica claro na visão de Marx, que a sociedade tradicional (burguesa) era injusta, pois explorava o trabalhador (MARX e ENGELS, 1997). O mais preocupante, contudo, é constatar que no manifesto, traz toda a estratégia de como seria aplicado a ideologia comunista/marxista na práxis, onde que, os trabalhadores ou proletariados, seriam os meios, para criação de uma revolução armada na tomada posse do governo, implantando à ditadura do proletariado, controlando os meios de produção e abolindo a propriedade privada.

Como bem nos assegura Marx e Engels (1997, p. 30 e 41) que: LEIA MAIS

Série de Estudos – A arte sob a influência do marxismo cultural na utilização dos processos de hegemonia cultural e dissociação do ser – [Apresentação]

Por: Marcos Camargo

Esse artigo é  a apresentação de uma serie de estudos com o titulo ” A arte sob a influencia do marxismo cultural na utilização dos processos de hegemonia cultural e dissociação do ser”  que serão postados em toda semana dividido em 5 capítulos: LEIA MAIS

© 2018 Kamargo

Theme by Anders NorénUp ↑