Através da estratégia gramsciana e teorias da escola de Frankfurt, visa dominar as consciências das pessoas, atuando na cultura, por meios dos controles das instituições culturais. Dentro das artes no que compete à música,

(…) século XX, com o surgimento das técnicas de lavagem cerebral descobertos por Pavlov e instrumentalizados por agentes do movimento globalista, a música passou a ser vista como instrumento de transformação do comportamento humano por engenheiros sociais, com vista à manipulação de vastas massas de pessoas para realização de objetivos inconfessáveis – o que também é possível, infelizmente, devido à capacidade de incutir valores e comportamentos subliminarmente, que é uma das principais propriedades da música (MANTOVANI , 2017, p. 21-22). LEIA MAIS